Nos vídeos da semana, temos David Benioff e Dan Weiss comentando sobre o encontro de Jon e Daenerys.

A câmara de audiência foi construída por Aegon, o Conquistador para intimidar qualquer um que entrasse ali. Quando Jon chega, o que ele vê é uma garota rica com um nome e vestimenta bonitos sentada em um grande trono, se intitulando a rainha do mundo, e tira essa conclusão porque não sabe pelo que Daenerys passou para chegar ali. Dany, por sua vez, olha pra Jon e vê um bárbaro e bastardo sujo vindo do norte que se recusa a reconhecer a rainha legítima, e inicialmente ignora as palavras dele sobre os Outros também porque não sabe pelo que ele passou pra estar ali.

Cersei é capaz de doses insanas de brutalidade sem nem pensar duas vezes, e por isso é o oposto de Daenerys, sendo sua principal ameaça. Os inimigos da Coroa acreditavam que as duas fontes de poder dos Lannister eram Porto Real e Rochedo Casterly, mas Jaime sabia que não seria possível defender ambos ao mesmo tempo. Então, decidiu “estrategicamente” abandonar o Rochedo e partir para uma investida contra a Campina, ao mesmo tempo que prendia os Imaculados em um cerco do lado errado do continente.

Segundo os showrunners, Jardim de Cima detinha a maioria das terras férteis de Westeros, mas não eram conhecidos por terem os melhores soldados; então seria um pouco desnecessário focar na batalha que já estaria perdida. Partiram direto para o encontro entre Jaime e Olenna Tyrell, que mesmo em seus momentos finais rouba a cena e termina por cima. É a única personagem que morreu vencendo, e zombando dos inimigos.

Emilia Clarke (Daenerys) e Kit Harington (Jon) comentam “Fire and Ice”. Contam que adoraram fazer a cena de encontro entre dois personagens tão icônicos, que têm pensamentos tão particulares e que compartilham jornadas únicas. Quando o encontro começa, Daenerys prefere resolver a parte diplomática primeiro, com todos os títulos e ordenando que o nortenho se ajoelhasse. Quando Davos anuncia Jon, percebe que não tinha pensado em como apresentar seu rei, e solta apenas um “ele é Rei do Norte”.

“A Need for Revenge” é comentado por Lena Headey (Cersei), Indira Varma (Ellaria) e Rosabell Laurenti Sellers (Tyene). Indira diz que foi uma ótima sacada que Cersei pagasse pela mesma moeda, apesar de que Ellaria em nenhum momento sentiu remorso pelo que fez com Myrcella, ou a própria Cersei. Lena diz que assistir à própria filha morrer sem conseguir fazer nada, nem tocá-la, é uma das piores maneiras de tortura, e demonstra muita frieza da parte de Cersei.

O próximo Por Dentro do Episódio sai na semana que vem, após a transmissão do quarto episódio da temporada atual de Game of Thrones.