Game of Thrones retornou e os vídeos de “Inside the Episode”, com objetivo de comentar acontecimentos específicos em cada episódio, também voltaram.

Para o episódio de estreia da sétima temporada, David e Dan comentam que a cena da morte da Casa Frey não estava planejada originalmente para ser um cold open, mas os produtores gostaram tanto da atuação de David Bradley (Walder Frey) que consideraram que era a cena de abertura ideal para a temporada. Também dão destaque para o desempenho de Rory McCann (Sandor Clegane) e comentam o desenvolvimento do personagem com o passar das temporadas, sofrendo mudanças tão fortes que foram capazes de humanizá-lo – até um ponto extremo de um completo descrente ter visões no fogo.

Sansa vê inocência em Jon e sente-se ressentida por ter sido deixada de lado pelos nortenhos, porque ela considera ter sido peça-chave na vitória da batalha por Winterfell, afinal foi ela a responsável por conseguir o apoio do Vale. Por outro lado, qualquer indício de humanidade e civilidade de Cersei não mais existem, já que a única coisa que a impediam de ser um monstro era a maternidade, e agora pra ela apenas a sobrevivência importa.

A chegada de Daenerys em Westeros é algo tão surreal que os produtores consideraram não haver a necessidade da existência de palavras no roteiro para expressar tal marco. Dany precisava redescobrir seu lar e seus acompanhantes deram espaço suficiente para que ela digerisse o momento, sem esquecer-se que aquele era apenas o começo da conquista de seu objetivo.

 

Pilou Asbaek (Euron Greyjoy), Lena Headey (Cersei Lannister) e Nikolaj Coster-Waldau (Jaime Lannister) em “Euron’s Proposal” comentam a chegada de Euron em Porto Real. Pilou conta que Euron é contraditório, sendo egoísta, burro, inteligente e ainda mais, porque é um ser humano. Nikolaj comenta que não acredita que Cersei tenha superado a morte dos filhos, e usa do caminho da sobrevivência e toda a estratégia por trás disso como desculpa para evitar os problemas.

A interpretação de Lena é deveras interessante. Segundo ela, Cersei se acha mais esperta que todo mundo, e pensa que pode manipular os outros melhor que ninguém… e então chega Euron. Ela vê malícia nele, mas o considera tão estúpido que pensa ser capaz de controlá-lo.

Game of Thrones retorna com o segundo episódio da sétima temporada, “Stormborn”, no próximo domingo, na HBO.